Onde temos sepultado o nosso coração? A resposta a essa pergunta nos revela muita coisa - Altair Fonseca
É preciso guardar o coração
Inspirações e conselhos

Onde temos sepultado o nosso coração? A resposta a essa pergunta nos revela muita coisa

Onde temos sepultado o nosso coração? Uso a palavra “sepultado” porque algumas realidades matam a nossa vida interior e prendem o nosso coração. Quando alimentamos um apego desordenado em qualquer área nos tornamos escravos de nossos apetites e vivemos infelizes. Não importa o que tem buscado, se for fora de Deus, você sempre sentirá uma grande inquietação e tristeza. Parar e pensar sobre este assunto é importante e faremos isso juntos a partir de agora.

Veja também:

É preciso guardar o coração

Precisamos guardar o nosso coração de todas as inclinações que aprisionam e nos destroem interiormente. Vícios, sentimentos, apegos desordenados e tudo aquilo que torna-se entulho interior. Essas coisas geram distração e nos levam para longe da única coisa que realmente importa e deveria ser nossa prioridade: Deus.

Quando guardamos o nosso coração para Ele e temos o Senhor como prioridade, tudo o que realmente nos é necessário virá por acréscimo. Por outro lado, um coração descuidado torna-se morada do inimigo, que é capaz de arruinar a vida de qualquer pessoa.

É importante guardar o coração
É importante guardar o coração

Um coração ferido de amor

O coração que mais amou a humanidade foi traspassado pela lança e continua a ser ferido hoje em dia pelo ódio, egoísmo e arrogância dos homens. O pecado fere o coração de Jesus e fere também a humanidade que se destrói quando se esquece de Deus. Santo Agostinho, depois de passar por um processo de conversão, percebeu claramente que o nosso coração permanecerá inquieto enquanto não descansar em Deus.

Afinal, se somos feitos por Deus e para Deus, tudo o que fizermos pensando apenas em nós mesmos será entediante. Aliás, realmente entediante é a vida daqueles que buscam o prazer a todo custo e precisam de doses cada vez mais elevadas de tudo, e querem experimentar tudo, e nunca estão satisfeitos com nada.

O coração ferido de amor
O coração ferido de amor

Onde temos sepultado o nosso coração?

Santo Afonso Maria de Ligório nos chama a olharmos para nossa vida e meditarmos sobre como está nossa relação com Deus. O que tem nos motivado a cada dia? O que nos anima para os esforços de cada dia? Precisamos pensar sobre isso.

Precisamos entender onde estamos sepultando o nosso coração
Precisamos entender onde estamos sepultando o nosso coração

Um coração que se fecha a Deus é um coração estéril, incapaz de amar porque pensa que o amor é fazer o que se quer sem pensar nos direitos dos outros. Que você eu possamos ter uma vida cheia do amor de Deus, que nos permite amar o próximo sem reservas, sem egoísmo e sem falsidade.

Autor

Filho muito amado de Deus, Católico Apostólico Romano, amante de quadrinhos e livros, Altair Fonseca busca neste espaço partilhar conteúdos que nos ajudam na caminhada para o Céu. Formado em Publicidade e Propaganda, trabalha em assessoria de comunicação, além de ser ilustrador.

Comments

Dilma AP Silva ferreira
23 de agosto de 2021 at 11:13

Verdade viu meu coração ,parece tá machucado ,cega a doer!!37998440539 abraço !!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.