O que está faltando na sua vida? Pegue todas as suas inquietações e venha ler isso - Altair Fonseca
O que está faltando na sua vida?
Inspirações e conselhos

O que está faltando na sua vida? Pegue todas as suas inquietações e venha ler isso

Hoje eu quero te fazer um convite: pegue todas as suas inquietações, tudo o que te tira a paz, junta tudo isso. Que coisas são essas? Seriam as contas para pagar, o desemprego, a doença, a ansiedade diante das incertezas? Junta tudo isso e vamos ouvir o que o Senhor tem para nos dizer e para fazer em nós e em nossas dificuldades. E eu digo “nós” porque também tenho momentos de grande inquietação, angústia e fraqueza, e sou totalmente dependente do Pai a me segurar. Tudo o que Deus diz, Ele faz, então tenhamos confiança e deixemos que suas palavras ressoem em nosso coração e causem a transformação necessária.

Veja também:

Pegue todas as suas inquietações e venha ouvir o que o Senhor diz

Vejamos o que Jesus nos ensina em Mt 6,25-34:

“Portanto, eis que vos digo: não vos preo­cupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, pelo que vestireis. A vida não é mais do que o alimento e o corpo não é mais que as vestes? Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam, nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas? Qual de vós, por mais que se esforce, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida? E por que vos inquietais com as vestes? Considerai como crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam. Entretanto, eu vos digo que o próprio Salomão no auge de sua glória não se vestiu como um deles. Se Deus veste assim a erva dos campos, que hoje cresce e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a vós, homens de pouca fé? Não vos aflijais, nem digais: Que comeremos? Que beberemos? Com que nos vestiremos? São os pagãos que se preocupam com tudo isso. Ora, vosso Pai celeste sabe que necessitais de tudo isso. Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo. Não vos preocupeis, pois, com o dia de amanhã: o dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado.”

O que está faltando na sua vida?
O que está faltando na sua vida?


A cada dia basta o seu cuidado, mas quantas vezes não pensamos exageradamente no futuro e trazemos todos os medos do amanhã para o hoje? Pensa comigo e perceba como as coisas estão aceleradas e interiormente as pessoas estão se tornando agitadas, ansiosas, depressivas e sem paciência.

No passado a comunicação era mais difícil. Não tinha celular, mas as pessoas se olhavam mais nos olhos e viviam mais o presente e as preocupações de cada dia. Atualmente, temos acesso a tudo em segundos e, como se já não bastassem os nossos problemas e da nossa comunidade, agora podemos nos preocupar com os problemas de alguém que está do outro lado do mundo. Eu posso me preocupar com a vida de uma celebridade que nem sabe que eu existo, posso cobiçar a vida de alguém nas redes sociais ou ficar angustiado imaginando o que pensam de mim pelas coisas que publico. Nos tornamos caçadores de preocupação.

O que é realmente necessário?

Diversas coisas desnecessárias nos atrapalham a focar no que realmente precisamos fazer. Alimentação, vestuário, e moradia são fundamentais. Deus sabe que precisamos de tudo isso e deixa claro que nos dará todo o necessário. Para isso, basta que nossos esforços de cada dia sejam guiados por uma fé que não nos deixa perder tempo com futilidades. Esse é o verdadeiro abandono à Divina Providência: dar o seu melhor com a certeza de que Deus multiplica os frutos do trabalho justo, anima os abatidos, cura os doentes, enfim, nos dá tudo o que sabe que necessitamos.

Você é realmente livre?

Vejamos o que diz São João da Cruz, no livro A Subida do Monte Carmelo:

“E todo o poder e a liberdade do mundo, comparados com o poder e liberdade do espírito de Deus, são servidão, angústia, cativeiro. Portando, a alma que se enamora de coisas majestosas e da liberdade de seu desejo, não será acolhida diante de Deus nem tratada como filha, mas sim como uma pobre escrava e cativa, por ter-se negado a seguir seus santos ensinamentos, que nos dizem que aquele que quiser ser grande se fará pequeno, e aquele que quiser ser pequeno será grande (Lc 22,26). Dessa maneira, a alma não poderá chegar à liberdade verdadeira do espírito, que se alcança com a divina união com Deus, pois a servidão não é compatível com a liberdade, a qual não pode habitar no coração submetido aos apetites, isto é, num coração escravo, mas somente naquele que é livre, porque é coração de filho.”

Você é realmente livre?
Você é realmente livre?

Deus nos ama com amor de Pai, mas nós insistimos em agir como escravos diante Dele. Somos escravos das nossas paixões, preocupações, inquietações e da falta de fé. O que você pode fazer hoje, agora, faça, mas faça em Deus e não cofiando apenas na sua força e na sua habilidade. Reza, confia em Deus, arregace as mangas e esforce-se. O Pai do céu quer te pegar no colo, dar carinho, amor, conselhos e força. Você aceita?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *