Quais são os 7 sacramentos da Igreja? Precisamos conhecer e ter vida sacramental - Altair Fonseca
Os 7 Sacramentos da Igreja
Conhecimento da Igreja Católica

Quais são os 7 sacramentos da Igreja? Precisamos conhecer e ter vida sacramental

Os 7 sacramentos da Igreja possuem papel fundamental na vida de todo cristão, e são definidos segundo o Catecismo da Igreja Católica, nº1210, desta maneira: “Os sacramentos da nova lei foram instituídos por Cristo e são sete: Batismo, Confirmação, Eucaristia, Penitência, Unção dos Enfermos, Ordem, Matrimônio. Os sete sacramentos atingem todas as etapas e todos os momentos importantes da vida do cristão: dão à vida da fé do cristão origem e crescimento, cura e missão. Nisto existe certa semelhança entre as etapas da vida natural e as da vida espiritual”.

Veja também:

Quais são os 7 sacramentos da Igreja?

A seguir vamos entender os 7 sacramentos da Igreja segundo as definições do Catecismo da Igreja Católica. É fundamental que você e eu percebamos a importância de viver esses sinais de Deus. O vocábulo “sacramentum” foi introduzido na linguagem da Igreja nas versões africanas da Bíblia latina para traduzir o termo grego “mysterion”. Essa expressão aparece frequentemente no Novo Testamento, especialmente nas cartas aos efésios e aos colossenses, para indicar o plano divino da salvação revelado e realizado em Cristo.

Os 7 sacramentos
Os 7 sacramentos

Os sacramentos da iniciação cristã

Começamos pelos 3 sacramentos da iniciação cristã: Batismo, Confirmação e Eucaristia, que lançam os fundamentos de toda a vida cristã.

O sacramento do Batismo

CIC nº1213: O santo Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, a porta da vida no Espírito (“vitae spiritualis janua”), a porta que dá acesso aos demais sacramentos. Pelo Batismo, somos libertados do pecado e regenerados como filhos de Deus; nos tornamos membros de Cristo; somos incorporados à Igreja e feitos participantes de sua missão: Baptismus est sacramentum regenerationis per aquam in verbo – O Batismo é o sacramento da regeneração mediante a água e a palavra”.

O sacramento da Confirmação

CIC nº1285: Juntamente com o Batismo e a Eucaristia, o sacramento da Confirmação constitui o conjunto dos “sacramentos da iniciação cristã”, cuja unidade deve ser salvaguardada. É preciso, por isso, explicar aos fiéis que a recepção deste sacramento é necessária à consumação da graça batismal. Com efeito, “pelo sacramento da Confirmação [os fiéis] são vinculados mais perfeitamente à Igreja, enriquecidos pela força especial do Espírito Santo, e assim mais estritamente obrigados a difundir e a defender a fé com palavras e atos, como verdadeiras testemunhas de Cristo”.

O sacramento da Eucaristia

CIC nº1322: A santa Eucaristia conclui a iniciação cristã. Os que foram elevados à dignidade do sacerdócio régio pelo Batismo e configurados mais profundamente a Cristo pela Confirmação, estes, por meio da Eucaristia, participam, com toda a comunidade do próprio sacrifício do Senhor.

CIC nº1323: Na última ceia, na noite em que foi entregue, nosso Salvador instituiu o Sacrifício Eucarístico de seu Corpo e Sangue, com o qual perpetua pelos séculos, até a sua volta, o sacrifício da cruz, confiando, deste modo, à Igreja, sua amada esposa, o sinal da unidade, vínculo da caridade, banquete pascal em que Cristo é recebido como alimento, o espírito é cumulado de graça e nos é dado o penhor da glória futura.

Os sacramentos de cura

Agora, prosseguimos para os sacramentos de cura, que são os da Penitência e Unção dos Enfermos. Como médico de nossas almas e de nossos corpos, Jesus Cristo quer que a Igreja continue, na força do Espírito Santo, sua obra de cura e salvação.

O sacramento da Penitência e da Reconciliação

CIC n°1422: Aqueles que se aproximam do sacramento da Penitência obtêm, da misericórdia divina, o perdão da ofensa feita a Deus e, ao mesmo tempo, são reconciliados com a Igreja, que feriram, ao pecarem, e a qual colabora para sua conversão com caridade, exemplo e orações.

O sacramento da Unção dos Enfermos

CIC nº1499: Pela sagrada Unção dos Enfermos e pela oração dos presbíteros, a Igreja toda entrega os doentes aos cuidados do Senhor, sofredor e glorificado, para que os alivie e salve. Exorta-os a que livremente se associem à paixão e à morte de Cristo e contribuam para o bem do povo de Deus.

Os sacramentos do serviço da comunhão

Através desses sacramentos, os já consagrados pelo Batismo e pela Confirmação para o sacerdócio comum de todos os fiéis podem receber consagrações específicas. Essas consagrações específicas são recebidas pelos sacramentos da Ordem e do Matrimônio.

O sacramento da Ordem

CIC nº1536: A Ordem é o sacramento graças ao qual a missão confiada por Cristo a seus Apóstolos continua sendo exercida, na Igreja até o fim dos tempos. É portanto, o sacramento do ministério apostólico. Comporta três graus: episcopado, presbiterado, diaconato.

O sacramento do Matrimônio

CIC nº1601: A aliança matrimonial, pela qual o homem e a mulher constituem entre si a comunhão da vida toda, é ordenada, por sua índole natural, ao bem dos cônjuges, à geração e à educação da prole, e foi elevada, entre os batizados, à dignidade de sacramento por Cristo Senhor.

O sacramentos são sinais da graça
O sacramentos são sinais da graça

Os 7 sacramentos da Igreja são fundamentais para a nossa salvação, portanto, você e eu não podemos abrir mão deles. Procure instruir-se sobre eles, converse com o Padre da sua comunidade e peça a graça de Deus para manter-se firme nessa vivência sacramental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *