O Sacramento do Batismo e a importância da escolha dos padrinhos - Altair Fonseca
Batismo
Conhecimento da Igreja Católica

O Sacramento do Batismo e a importância da escolha dos padrinhos

O Sacramento do Batismo é a porta de entrada na vida da Igreja, e sem ele não podemos receber nenhum outro sacramento. Aliás, não existe cristão sem antes passar pelo Sacramento do Batismo, que nos abre caminho para a salvação. Por isso, no artigo de hoje vamos falar sobre um assunto muito importante que é o Batismo e o critério na escolha dos padrinhos.

Veja também:

O que são os Sacramentos?

Antes de falarmos especificamente sobre o Sacramento do Batismo é fundamental que saibamos o que são os Sacramentos. Para que você entenda o significado desses mistérios na vida da Igreja utilizaremos o Catecismo da Igreja Católica:

O que são os Sacramentos?
O que são os Sacramentos?

E o número 775 do Catecismo da Igreja Católica deixa ainda mais claro: “A Igreja é, em Cristo, como que o sacramento ou o sinal e instrumento da íntima união com Deus e da unidade de todo o gênero humano. Ser o sacramento da união íntima dos homens com Deus é o primeiro objetivo da Igreja. Visto que a comunhão entre os homens está enraizada na união com Deus, a Igreja é também o sacramento da unidade do gênero humano. Nela, esta unidade já começou, pois ela congrega homens ‘de todas as nações, tribos, povos e línguas’ (Ap 7,9). Ao mesmo tempo, a Igreja é ‘sinal e instrumento’ da plena realização desta unidade que ainda deve vir”.

É lindo ser Igreja, e quanto mais entendemos nossa fé, mais amamos, não é mesmo? Pois bem, se amamos a Igreja Católica e somos verdadeiros Católicos, defenderemos a Religião e lutaremos para que nossos filhos sigam os passos de Jesus para a sua salvação. Portanto, se queremos que nossos filhos sejam bons católicos, é fundamental que seus padrinhos sejam bons católicos.

O Sacramento do Batismo e a importância da escolha dos padrinhos

Sobre a necessidade do Batismo, o número 1257 do Catecismo da Igreja Católica nos diz: “O Senhor mesmo afirma que o Batismo é necessário para a salvação. Ele também ordenou a seus discípulos que anunciassem o Evangelho e batizassem todas as nações. O Batismo é necessário, para a salvação daqueles aos quais o Evangelho foi anunciado e que tiveram a possibilidade de pedir este sacramento. A Igreja não conhece outro meio senão o Batismo para garantir a entrada na bem-aventurança eterna. Por isso, ela cuida de não negligenciar a missão que recebeu do Senhor, de fazer ‘renascer da água e do Espírito’ todos aqueles que podem ser batizados. Deus vinculou a salvação ao sacramento do Batismo, mas Ele mesmo não está vinculado a seus sacramentos”.

Percebendo a importância do Batismo não podemos chamar para padrinhos de nossos filhos qualquer pessoa sem critério. Não sejam padrinhos apenas pela amizade ou porque são ricos e podem dar os melhores presentes, mas aqueles que podem auxiliar na educação cristã dos afilhados, porque já dão firme testemunho de vida.

Para deixar isso tudo ainda mais claro, partilho com você a seguir um excelente vídeo do Padre Gabriel Vila Verde. Assista e compartilhe:

A escolha e importância dos padrinhos / Pe. Gabriel Vila Verde

A missão dos padrinhos

Entender a missão dos padrinhos é fundamental para fazer uma escolha coerente com aquilo que queremos para os nossos filhos. Portanto, diante de todas as informações é bom resumirmos essa missão para termos um parâmetro a seguir na hora de decidir. Para quem não acredita em Deus, qualquer um serve e é isso que eu vi em diversos sites ateus que visitei na pesquisa para este artigo. É triste notar que esses sites estimulam exatamente o que o padre disse para evitar: a escolha de padrinhos apenas por afinidade, proximidade e condições financeiras para auxílio.

Deixemos de ser tão materialistas e interesseiros e voltemos a nos preocupar com a salvação das pessoas que amamos, a começar pelo batismo.

A missão dos padrinhos
A missão dos padrinhos

O sacramento do Batismo não é brincadeira e a escolha dos padrinhos não ser feita precipitadamente, pois você não poderá mais mudar de ideia depois que seu filho for batizado. Que esse artigo possa servir de ponto de partida para que os pais meditem e façam a melhor escolha nesse momento tão importante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *