Nada mancha tanto o coração do homem como o amor desordenado das criaturas - Altair Fonseca
a tristeza do apego
Inspirações e conselhos

Nada mancha tanto o coração do homem como o amor desordenado das criaturas

O amor desordenado das criaturas é o principal motivo para o nosso afastamento de Deus. E atualmente, infelizmente, inúmeras são as ocasiões que vão cegando os nossos olhos para o que mais importa. Hoje vamos meditar um texto de um livro que traz muito auxílio para todos aqueles que querem aproximar-se de Cristo.

Veja também:

Nada mancha tanto o coração do homem como o amor desordenado das criaturas

O trecho a seguir é de um livro que já indicamos e voltamos a indicar sempre que possível: A Imitação de Cristo, de Tomás de Kempis.

“‘O reino de Deus está dentro em vós, diz o Senhor’ (Lc 17, 21).

Converte-te a Deus de todo teu coração, deixa este miserável mundo, e tua alma achará descanso.

Aprende a desprezar as coisas exteriores e dar-te às interiores e verás como vem a ti o reino de Deus.

‘Porque o reino de Deus é paz e alegria no Espírito Santo, o qual não se dá aos ímpios’ (Rm 14, 17).

Se lhe preparares no teu interior digna morada, virá a ti Cristo e te manifestará sua consolação.

Toda sua glória e formosura está no interior da alma, e nela põe todas as suas delícias.

Ela a visita amiúde, com ela fala brandamente, e tem agradável conversação; serve-lhe de agradável alívio, em suas penas, enche-a de sua paz, e contrai com ela inefável união.

Eia, pois, alma fiel, prepara teu coração e este Esposo, para que Ele se digne de vir a ti e habituar contigo.

Porque ele mesmo disse: ‘Se alguém me ama, guardará minha palavra, e viremos a ele, e faremos nele nossa morada’ (Jo 14, 23).

Dá, pois, entrada a Cristo em tua alma, e não consintas que outrem entre nela.

Se possuíres a Cristo, estarás rico e de nada mais necessitas. Ele te proverá de tudo e te será fiel procurador, de sorte que não terás necessidade de esperar nos homens.

Os homens mudam-se depressa e faltam com facilidade; porém Jesus Cristo vive sempre, e sua amizade permanece firme até ao fim…

Se uma só vez entrares perfeitamente no peito de Jesus, e sentires por um momento seu abrasado amor, nenhum cuidado terias de teu próprio proveito ou dano; antes folgarias mais das injúrias que te fizessem: porque o amor de Jesus faz que o homem não se centre em si mesmo.

O amante de Jesus e da verdade, o homem verdadeiramente interior e livre de afeições desordenadas, pode levantar-se sobre si mesmo em Espírito, recolher-se facilmente em Deus, e nele descansar com antecipado gozo…

Se estivesse bem disposto e mortificado em tuas paixões tudo te sucederá para teu bem e aproveitamento.

Todas as tuas perturbações e desgostos vê de que ainda não morreste de todo para ti, nem te apartaste das coisas da terra.

Nada mancha nem embaraça tanto o coração do homem como o amor desordenado das criaturas.

Se desprezares as consolações exteriores poderás contemplar as coisas celestiais e gozar muitas vezes das alegrias interiores”.

Buscai as coisas do alto

Buscai as coisas do alto
Buscai as coisas do alto

Cristo abriu as portas do Céu para nós através de sua obediência até a morte de cruz. Agora cabe a nós tomarmos posse dessa salvação conquistada para nós por Jesus. O Senhor fez a Sua parte, a mais difícil, mas nós precisamos ser obedientes ao seu amor misericordioso que nos chama a mudar de vida e realmente buscar as coisas do alto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *