Você sabe o que é a Liturgia? Entenda e participe com mais profundidade - Altair Fonseca
Liturgia
Conhecimento da Igreja Católica

Você sabe o que é a Liturgia? Entenda e participe com mais profundidade

Você sabe o que significa a Liturgia? Talvez você já tenha ouvido muito esse termo por aí mas ainda não entende a sua profundidade e importância. Hoje vamos juntos dar esse passo na direção de uma melhor vivência das realidades litúrgicas em nossas comunidades. Afinal, conhecendo melhor e entendendo, poderemos muito mais amar Jesus e a Santa Igreja Católica.

Veja também:

O que é a Liturgia?

A palavra Liturgia vem do grego λειτουργία, que significa ação do povo. Para a Igreja Católica, a Liturgia apresenta-se como o fio condutor de toda e qualquer ação religiosa, segundo definição do Concílio Vaticano II.

O Missionário Redentorista, Pe. Cássio Augusto Antunes de Paiva nos ajuda a entender a dimensão da Liturgia na comunidade. A Liturgia é a ação do povo de Deus que está reunido em comunhão. Durante a celebração, ela pode ser colocada em prática por meio de sinais, gestos ou palavras. A palavra “Liturgia” é de origem grega e foi formada a partir de duas palavras unidas que querem dizer “Leito”: público e “Ergos”: aquele que faz um trabalho; trabalho público, que está em função do povo para o povo”, esclarece o Padre.

A importância da celebração litúrgica
A importância da celebração litúrgica

A professora Maria Bonetti Rafaelli nos diz que a liturgia é o cume no qual se funda a ação da Igreja e a fonte da qual brotam todas as virtudes. “Os filhos de Deus mediante a fé e o batismo, se reúnem em assembleia, louvam a Deus na Igreja, participam do Sacrifício e comem da ceia do Senhor”.

A liturgia é ação de Cristo, eterno sacerdote. Quando se diz que a “assembleia celebra”, é a comunidade dos batizados que “festeja” os dons recebidos. Trata-se de um encontro com o Cristo Ressuscitado que mediante as celebrações litúrgicas vem ao encontro de cada ser humano pessoalmente.

A Liturgia na Palavra de Deus

Em algumas passagens da Bíblia, vemos a Liturgia presente e isso nos ajuda a entendê-la melhor, como por exemplo em Rm 12,1-2:

O culto espiritual
O culto espiritual

Portanto, da mesma maneira como viviam os seguidores de Cristo nos Atos dos Apóstolos, devemos também viver em oração na comunhão dos bens, com tudo em comum. A Liturgia não serve para nos engessar durante a celebração, mas para colocar os parâmetros que ali devemos obedecer, conforme diz a Santa Mãe Igreja. Dessa forma, a Liturgia está para o bem do povo e não para engessar toda a celebração e deixá-la em um rito formativo.

O ponto alto de uma comunidade é a celebração comunitária, onde todos se unem para professar a sua fé. Vale deixar claro que nenhuma atividade pastoral pode ser realizada sem ter a Liturgia como referência. “Para que em uma igreja não seja celebrado de um jeito, em outra igreja de outro jeito, ainda que o carisma seja diferente. O centro, o cerne da Liturgia é o mesmo”, pontua Pe. Cássío Augusto.

Concluímos meditando sobre a beleza da Igreja Católica, que sempre atua em unidade e tem na Liturgia mais um meio de manter todos os fiéis caminhando na mesma direção. Digo “mais um meio” porque somos unidos primeiramente pelo Espírito Santo de Deus, que faz com que sejamos um coração e uma só alma. Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo por tamanha graça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *