Não dá para ser católico sem ter vida litúrgica - Altair Fonseca
Sobre a vida litúrgica
Conhecimento da Igreja Católica / Vídeos

Não dá para ser católico sem ter vida litúrgica

Não dá para ter uma espiritualidade saudável sem ter vida litúrgica. É essa espiritualidade cristã católica que sintetiza todo o desígnio salvífico de Deus que nos foi revelado. Se abrirmos o catecismo na sua segunda parte, leremos que a palavra “liturgia” significa, originariamente, “serviço de e em favor do povo”. Na tradição cristã, significa que o povo de Deus faz parte da “obra de Deus” (CIC, 1069).

Veja também:

Fé e liturgia

Existe uma relação intrínseca entre fé e liturgia, ambas intimamente unidas. Sem a liturgia e os sacramentos, a profissão de fé não teria eficácia, pois careceria da graça que alicerça o testemunho dos cristãos. “Por outro lado, a ação litúrgica nunca pode ser considerada genericamente, prescindindo-se do mistério da fé. A fonte da nossa fé e da liturgia eucarística, de fato, é o mesmo acontecimento: o dom que Cristo fez de si mesmo no mistério pascal” (Bento XVI, Sacramentum Caritatis, 34).

A liturgia atualiza os mistérios de Cristo

Ao longo do ano, vivemos na Igreja Católica um ciclo litúrgico que pode ser entendido no trecho a seguir:

“A Igreja, inspirada por Deus e instruída pelos santos apóstolos, dispôs de tal modo o ano que, a par da vida, dos mistérios, da pregação e da doutrina de Jesus Cristo, nele se encontrou o verdadeiro fruto de tudo isso nas admiráveis virtudes dos seus servos e nos exemplos dos seus santos, e também uma misteriosa síntese do Antigo e do Novo Testamento e de toda a história eclesiásitica. Devido a isso, todas as estações são frutuosas para os cristãos: tudo ali está cheio de Jesus Cristo. Nessa variedade, que vai culminar na unidade tão recomendada por Jesus Cristo, a alma inocente e piedosa, além das alegrias celestes, encontra ainda um alimento sólido e uma renovação perpétua do seu fervor” (Bossuet, Oraç. fun. de Maria Teresa de Aust.).

A beleza da liturgia
A beleza da liturgia

Não dá para ser católico sem ter vida litúrgica

Existe um sabor na vida litúrgica que só pode ser percebido por aqueles que mergulham na atualização dos mistérios. O centro da liturgia é o altar, é Jesus, é o Santíssimo Sacramento. A liturgia precisa nos levar a termos contato frequente com a Eucaristia. Aprofunde-se mais neste assunto com o vídeo de Frei Gilson, que faz parte da série A alma de todo apostolado:

Vida Litúrgica | A alma de todo apostolado – Série

A finalidade da liturgia é facilitar a união das pessoas com Deus. Busquemos tirar proveito de todos os elementos que o Senhor disponibilizou para que nos aproximemos d’Ele. Como você tem vivido a liturgia?

Autor

Filho muito amado de Deus, Católico Apostólico Romano, amante de quadrinhos e livros, Altair Fonseca busca neste espaço partilhar conteúdos que nos ajudam na caminhada para o Céu. Formado em Publicidade e Propaganda, trabalha em assessoria de comunicação, além de ser ilustrador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.